Olááááá

 

Estava demoraaaaando…….

 

Fiquei 3 anos sem mexer no cabelo e isso pra mim foi um record!!!
Pra quem não sabe, ou não lembra, eu adoooro mudar as madeixas. Tipo, EU mesma mudar, saca?

Ex atual néam….

Não me arrisco a fazer nada muito radical, mas falou em tintura, eu aaamo!!!
Faz bastante tempo que babo nos ombrés roxos do google afora, e morria de vontade de fazer também. O problema era manter esse loosho (sai caro, visto que cores fantasia desbotam horrores!) e tem a questão de a blogueira aqui ser também mamãe, dona de casa, esposa… #comofaz? Chega na reunião de pais com o cabelo roxo? rsrsrs
Então tomei coragem e fiz, mas de uma maneira que eu não ficasse parecendo uma Monster High, nem Lady Gaga… e caso não desse certo, passaria a tesoura, que é outra coisa que não tenho o menor problema. rs
Olha o que aprontei:
(Cabeleireiros fechem os olhos! Cenas fortes!!)

 

As fotos são do celular porque o processo seria mais complicado com a câmera….
Eis meu cabelo antes. Um tom claro sem definição nas pontas.

 

Escolhi a tinta castanho escuro para igualar o tom de todo o cabelo. Gosto da Koleston por ter aquele tubinho mágico dentro de tratamento de 6 semanas!! ♥

 

Ameeeei a cor! Olha o brilho!!!

 

 

Usei minha ox preferida da Beira Alta + Pó. Sim. PÓ DESCOLORANTE! No cabelo, é a primeira vez que uso. E fiquei com medo, confesso.

 

Meu cabelo é repicado. Então fiz um rabo a média altura, prendi com uma piranha as pontas para marcar até onde eu iria descolorir, e MANDEI VER! Meus cabelos estavam em bom estado e saúde. Há 3 anos sem químicas nem tinturas. Não aconselho a quem tiver o cabelo frágil ou fragilizado por químicas fazer isso em casa. É um processo altamente agressivo pro cabelo.

 

Tcha-thaaaan!!!!! Pontas descoloridas!!!!
Enxaguei e sequei sem soltar o rabo.

 

Perceba como ressecou e deixou com aspecto de “cabelo mastigado”.

 

Esse momento foi de euforia e passei batido a foto. Mas essa semana eu vou retocar e tiro a foto pra atualizar o post tá?
Fiz uma mistura de 2 colheres de creme de tratamento branco, peguei esse da Seda por ser cheirosinho e barato (porque eu não sou ryca!) e derramei 1/3 do conteúdo da Violeta Genciana ao creme. E passei sobre as pontas descoloridas.

 

O resultado na hora foi este. Pontas discretamente roxas e ressecadas.

 

 

Depois de duas lavagens  com muito carinho, eis o bêlo com as pontas bem melhores. Nas lavagens cuidei direitinho do ressecamento que a descoloração causou, e achei que ficou bem melhor!

Valeu a pena?
Pra quem há tempos namorava um ombré roxo, VALEU SIM!!!
Não é o produto indicado, Violeta Genciana é um medicamento e resseca o cabelo. Mas não encontrei a tinta que eu queria aqui na cidade, foi VG mesmo.
Vale lembrar que meu cabelo está ESCURO, então mesmo se a mistura pegar fora da descoloração, não tem um impacto tão grande. Se for um cabelo claro, nem tente fazer só porque vai dar meleca!

E claro, fiz com VG + creme nas pontas do cabelo, porque era onde eu queria e se desse errado, eu não ligaria em cortar. Mas indico fortemente que você procure uma tinta adequada para este fim.

A que eu ia comprar e não achei era a Keraton Hard Color, cor Ultra Violet. Em nenhuma loja que fui tinha essa cor.
O preço gira em torno de R$20. É um loosho que é possível manter.

Desbota?
Sim! Muito!!
Na primeira lavagem, saiu muito MUITO roxo. Achei que ia sair tudo.
Mas ficou tudo bem.
Na segunda várias mechas desbotaram pra um tom azulado, que é essa foto de costas aí.
Li em outro blog que com a tintura desbota também bem rápido. E sim, a tintura também necessita de descoloração prévia.

Que cuidados devo ter?
Apenas de não esfregar as pontas com shampoo. Shampoo na raíz do cabelo e deixa escorrer a espuma pelo comprimento.
Hidratar para reparar o ressecamento pela descoloração.
Sempre manusear a VG com luvas! Sempre!!
Caso pegue em algum lugar que não deva da pele, acetona tira a mancha.

E aí? Curtiu? Faria?
Me conta!!!!!

Beeeijos!!!!

 

Comentar via Facebook

comentário (s)

Written by Clarice Soares Di Sessa